« fev
2020
»
dom
seg
ter
qua
qui
sex
sáb 1
dom 2
seg 3
ter 4
qua 5
qui 6
sex 7
sáb 8
dom 9
seg 10
ter 11
qua 12
qui 13
sex 14
sáb 15
dom 16
seg 17
ter 18
qua 19
qui 20
sex 21
sáb 22
dom 23
seg 24
ter 25
qua 26
qui 27
sex 28
sáb 29

Login

Newsletter

Receba a nossa newsletter, preenchendo o campo abaixo com o seu e-mail.

Evento completo

07 Jan
a
15 Fev

POSTCARDS_Trilogy

Rua de Burgos, n.º 5, Évora

POSTCARDS_Trilogy

 

POSTCARDS_Trilogy

7 de Janeiro 2020

15 de Fevereiro de 2020

 

DRCA.

Galeria de Exposições da Casa de Burgos

Rua de Burgos, n.º 5, Évora

 






POSTCARDS_Trilogy (2015-2018)

Existe uma paisagem que se vê, como nos postais, e outras que não se vêem. Quando escolhemos a roupa para vestir em frente ao espelho, também criamos uma na nossa imaginação e a trazemos connosco ao sair pelo mundo. Também a espera sem objectivo gera paisagens pelas quais a mente vagueia.

 

POSTCARDS_Trilogy é uma antologia de vídeo-performances que exploram a nossa relação com a roupa e a espera. Em cada vídeo o protagonista veste uma peça de roupa que lhe pertence, gosta muito mas não tem ocasião de vestir (quase nunca). Essa espera sem objectivo, a relação com a roupa especial e o lugar revelam-se nos textos dos livretes que se encontram junto com os vídeos.

A paisagem multiplica os seus significados através da presença humana que, só por existir, age e modifica o valor do espaço. 

 

O projecto nasce na Itália, onde a relação entre o que se viste e o que se é não é nunca casual. A primeira parte da trilogia [Parte I. Postcards from the Plain - A Natureza] mostra o ciclo das estações nos campos cultivados da planície do norte. As protagonistas são só mulheres que sugerem a conexão ancestral com a terra, bem como o arquétipo da capacidade de esperar e dar o tempo necessário para que as coisas cresciam.

 

Na segunda parte [Parte II. Postcards from the Wait - A Espera] foi gravada em várias partes da ilha da Sardenha, onde a condição de isolamento muda a perceção da espera. As paisagens selvagens ou urbanas são ocupadas por homens ou mulheres, locais ou estrangeiros, de passagem ou fixos, dos 8 aos 70 anos de idade.

 

A terceira e última parte [Parte III. Postcards from the Unknown - o Desconhecido] muda-se para o território português, nomeadamente a região do Alentejo, para apresentar postais de paisagens talvez incógnitas, isso é lugares cuja identidade originária perdeu-se por causa da intervenção humana ou pelo abandono. Só a memória individual pode a reconstruir; só a imaginação pode doar outra significação.

 

 

ELEONORA MARZANI é uma artista multidisciplinar e investigadora. Tendo como base a formação em artes performativas e, em particular, o teatro, o seu trabalho mistura diferentes formas artísticas, explorando os temas da intimidade, relação individual com a paisagem e o contexto, e a inclusão e participação do público. Trabalha como performer e formadora e colabora com artistas internacionais em projectos de arte participativa, performance, artes ao vivo.

 

Direção Regional de Cultura do Alentejo

Associazione POST POST

CHAIA/UÉ [2020] - [Projeto financiado por Fundos Nacionais através da FCT/Fundação para a Ciência e a Tecnologia]

Residências: Spazio T (Alghero, IT), Atalaia Artes Performativas (PT)

 Agradecimentos ao apoio: CIDEHUS/UÉ, ECS/UÉ

 


Download Flyer

Voltar à listagem